Esquadrilha da Fumaça faz homenagem e a Imagem Peregrina sobrevoa pela capital.

Foto: DFN

 

Após a missa do Círio, neste domingo (10), a Esquadrilha da Fumaça iniciou as homenagens à Virgem de Nazaré, sobrevoando alguns pontos, como o Complexo Feliz Lusitânia, Ver-o-peso e a Estação das docas. Um dos momentos mais marcantes, foi quando os aviadores da FAB, escreveram no céu a frase ‘Círio de Nazaré’, surpreendendo os fiéis que acompanhavam atentos as aeronaves.

Pelo segundo ano consecutivo, sem a tradicional procissão do Círio, por conta da pandemia, a imagem Peregrina, foi em sobrevoo, saindo de helicóptero do píer na casa das 11 janelas, nas mãos do Reitor e Pároco da Basílica Santuário, Padre Francisco Maria Cavalcante, sobrevoando pela capital paraense, passando por alguns hospitais, homenageando os profissionais da saúde e honra as vítimas da Covid-19.

 

Foto: Luiz Estumano.

 

Iniciando pelo Hospital da Marinha, depois Ordem Terceira, Hospital do Exército, Santa Casa e PSM da 14 de março, beneficente portuguesa, Hospital Amazônia, Ophir Loyola, Hospital Unimed, PSM do Guamá, Hospital HSM, Porto Dias, Hospital da Aeronáutica, Metropolitano e por fim, Abelardo Santos.

Em seis hospitais, pétalas de rosas foram jogadas, em homenagem: santa Casa, PSM da 14, Ophir Loyola, PSM do Guamá, Porto Dias e Abelardo Santos.

Nossa Senhora agradecerá aos profissionais de saúde e nos abençoando, para que em 2022 possamos celebrar como ela merece o Círio 230.º”, ressalta Albano Martins, coordenador da DFN.

Foto: Luiz Estumano.

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Leia também