Ordenação de 35 diáconos permanentes

 

A Arquidiocese de Belém realizou a Ordenação de 35 diáconos permanentes no domingo, dia 26, data em que se comemorou Santo Estêvão, padroeiro dos diáconos. A celebração aconteceu na Basílica Santuário de Nazaré, às 10h, com missa presidida pelo Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, transmitida pelos meios de comunicação da Arquidiocese (TV Nazaré, Portal Nazaré, Rádio Nazaré e redes sociais).

Os candidatos ordenados tiveram quatro anos de formação na Escola Diaconal Santo Efrém – Ananindeua, entre os anos de 2018 e 2022, e cumpriram com todas as etapas das disciplinas, retiros e formação geral. A comissão formadora é composta pelo diretor Padre Humberto e os diáconos Silvio Ricardo, Marco Onildo e Otacílio Rodrigues Dias.

Após a ordenação os diáconos serão orientados pelo Padre Lindomar Silva Pinheiro, Vigário Episcopal para o Diaconato Permanente, direcionará os diáconos para os serviços pastorais em diversos setores da Arquidiocese de Belém.

Sobre o diaconato

O primeiro grau do Sacramento da Ordem é designado “Diaconato”. Desempenha funções de serviço (Diaconia) e, que não exerce o sacerdócio. Atua no auxílio dos padres e bispos. As suas tarefas, em contexto eclesial, são as de direção e administração, atividades sociais e de caridade. Auxilia, também, o presbítero ou o Bispo, nas celebrações, assim como a de representar a Igreja em atos de rito sacramental, tais como o Batismo, o Matrimônio e as Exéquias. O diácono permanente pode ser casado ou de vida celibatário.

 

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Leia também