Papa saúda Obras Missionárias Pontifícias, em ano de aniversários

 

O Papa saudou em 6 de janeiro passado as Obras Missionárias Pontifícias, em ano de aniversários, destacando em particular o empenho das novas gerações.

Falando no Vaticano, após a recitação do ângelus na solenidade da Epifania, Francisco assinalou o Dia Mundial da Infância Missionária, associando-se à “festa das crianças e adolescentes, tantos, em vários países, que se empenham na oração e oferecem o seu apoio para o que o Evangelho seja anunciado a quem não o conhece”.

“Quero dizer-lhes: obrigado!”, referiu, da janela do apartamento pontifício.

“A missão começa com o testemunho cristão, na vida de todos os dias”, acrescentou.

A intervenção aconteceu no mesmo dia em que o Papa publicou a mensagem para o próximo Dia Mundial das Missões, evocando a fundação, há 400 anos, da Congregação de Propaganda Fide – hoje designada Congregação para a Evangelização dos Povos – e, há 200 anos, da Obra da Propagação da Fé.

Esta, juntamente com a Obra da Santa Infância e a Obra de São Pedro Apóstolo, foram reconhecidas como Pontifícias há 100 anos.

Francisco destacou que a Propaganda Fide se revelou “crucial para tornar a missão evangelizadora da Igreja verdadeiramente tal, isto é, independente das ingerências dos poderes do mundo”.

O Papa elogia as quatro Obras Missionárias Pontifícias pelos seus “grandes méritos históricos”.

“Queridos irmãos e irmãs, continuo a sonhar com uma Igreja toda missionária e uma nova estação da ação missionária das comunidades cristãs”, conclui.

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Leia também