Escuta da assembleia eclesial termina no dia 30 de agosto

Foto: Divulgação

 

O prazo final para encaminhar as contribuições para o processo de escuta da Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe, organizado pelo Conselho Episcopal Latino Americano (CELAM), termina no dia 30 de agosto.
Esse prazo foi estendido em quase dois meses – a pedido de várias conferências episcopais – para que a participação nessa atividade fosse mais ampla e permitisse reunir as vozes do Povo de Deus de todo o continente.

No Brasil, a equipe nacional de animação pastoral da Assembleia tem se mobilizado junto às arquidioceses, dioceses, pastorais, organismos e regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) na promoção de atividades de formação e de orientação sobre o processo de escuta que pode ser realizado através de atividades comunitárias ou em contribuições individuais diretamente no website da Assembleia Eclesial.

“A necessidade do povo de Deus dizer alguma coisa é exatamente no sentido de que a gente consiga fazer uma síntese de grandes ideias que perpassam a história da evangelização da Igreja na América Latina, muito especialmente, depois do Concílio Vaticano II. Então, já são aí cinco grandes Assembleias Eclesiais que certamente deram a sua contribuição para história da evangelização na Igreja na América Latina”, destaca o arcebispo de Londrina (PR), presidente do regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e membro da equipe nacional de animação pastoral da Assembleia, dom Geremias Steinmetz.

Com o processo de escuta finalizado, uma comissão vai sistematizar todo o material recebido e elaborar um Instrumentum Laboris ou seja um Documento de Trabalho que vai ser refletido pelas Conferências Episcopais E servirá como subsídio na elaboração de um novo documento que será enviado ao CELAM para orientar os trabalhos da assembleia.

Participe!

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Leia também