Janeiro é o mês de aniversário de Belém e Ananindeua

 
No mês de janeiro as cidades mais populosas do Estado do Pará comemoram aniversário. Na terça-feira, 3, o município de Ananindeua completou 73 anos de emancipação. A data foi celebrada com missa em ação de graças, presidida pelo Bispo Auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman, na Igreja Matriz Nossa Senhora das Graças. A capital paraense, Belém, completa 401 anos na quinta-feira, 12.
 
Em Ananindeua, após a celebração, que contou com a presença de autoridades municipais, aconteceu uma série de eventos, dentre eles a inauguração do novo mercado de peixe no Paar e a Praça do Pindorama, no bairro do Coqueiro. A comemoração continuou à noite na Avenida Dom Vicente Zico (antiga Arterial 18) com um grande show com várias atrações musicais. 
 
Em Belém, tradicionalmente, na ocasião do aniversário da cidade  celebra-se, pela manhã,  às 8h, Missa em Ação de Graças, na Catedral de Belém, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Alberto Taveira Corrêa, concelebrada por Dom Irineu, Bispo Auxiliar de Belém, com a participação do prefeito municipal,  Zenaldo Coutinho, e de centenas de fiéis. 
 
Em seguida, no mercado do Ver-o-Peso, um dos mercados públicos mais antigos do Brasil, inaugurado em 1901, haverá homenagem a aniversariante com o tradicional canto dos parabéns  e oferta de fatias do bolo de aniversário de aproximadamente 100 metros aos presentes.  
 
Fundação
 
Francisco Caldeira Castelo Branco, em 12 de janeiro de 1616, fundou o Forte do Presépio, que originou o povoado, inicialmente denominado de Feliz Lusitânia, elevado à categoria de município com a denominação de Santa Maria de Belém do Pará. Anos mais tarde foi denominado sucessivamente de Santa Maria do Grão Pará, Santa Maria de Belém do Grão Pará,  atualmente Belém do Pará. 
 
Ananindeua pertencia à circunscrição de Belém. Em 1938, por um ato do Governo Estadual, passou a ser considerada como sede distrital, pertencendo ao município de Santa Isabel do Pará, retornando ao patrimônio territorial de Belém. O município de Ananindeua foi criado, em 3 de janeiro de 1944. A grande quantidade da árvore denominada Anani, que produz a resina de cerol utilizada para lacrar as fendas das embarcações, deu origem ao nome de Ananindeua, isto terra de Anani, nome de origem tupi.
 
Dados do IBGE indicam que a população estimada para o ano de 2016, na capital paraense era de 1.446.042 e em Ananindeua de 510.834.
 
Esse rio é minha rua 

Belém e Ananindeua têm em comum as águas dos rios que para muitos é o caminho de pessoas e produtos. A cidade de Belém é cortada pelo rio Guamá, o rio banha as pequenas ilhas do entorno. A capital do Pará fica situada em um dos braços do rio Amazonas, sendo banhada pelo rio Guamá ao sul e pela baía do Guajará a oeste. As águas da baía do Guajará banha a ilha das Onças, Arapiranga e Periquitos, entre outras. Os pontos turísticos mais importantes de Belém, o Ver-o-Peso, o Complexo Feliz Lusitânia e a Estação das Docas  ficam às margens do rio. 
 

Compartilhe essa Notícia

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Leia também