Depois que os 12 Apóstolos voltaram da missão que lhes tinha dado, Jesus escolheu outros 72 discípulos, deu-lhes instruções práticas e os enviou a anunciar o Evangelho (Lc 10, 1-9).

Jesus escolheu 72 discípulos porque 72 era um número simbólico que representava cinco vezes as 12 tribos de Israel e também as 72 nações conhecidas naquela época.

O número 72 é simbólico e representa TODOS os discípulos de Jesus. Com isso Jesus quis dizer que todos os seus discípulos são enviados por ele a evangelizar. Também eu, e tu também! Todos os cristãos, em força do seu Batismo, são chamados a evangelizar. Os cursilhistas são cristãos mais agraciados e precisam responder com mais entusiasmo que os demais.

Quem pensa só em si, que é comodista ou medroso, ainda não é cristão autêntico e lhe falta o espírito de cursilhista.
O carisma do Cursilho é evangelizar os ambientes, os descrentes, os desviados e os afastados.

Afastados são aqueles que foram batizados, mas que não se tornaram adultos na fé e por isso não frequentam a Igreja.
Mas, como faço eu para cumprir essa missão divina?
Entra num Grupo de cursilhistas para agir com teus irmãos. Vai às Ultréyas e à Escola Vivencial e ali te dirão como fazer.

Hoje a sociedade vive o individualismo; mas desde o começo, Jesus quis a sua Igreja organizada em comunidades e em Grupos, mesmo que sejam pequenos (dois ou três).

É no Grupo que Jesus se faz presente com suas graças e luzes. Por isso, é preciso organizar-se e agir em Grupos. Jesus disse: “Onde se reunirem dois ou três em meu nome eu estarei ali no meio deles”.

Tu também és um dos 72 discípulos de Jesus. Ele te enviou para seres o seu braço, a sua mão, o seu olho, a sua língua para salvar o mundo. Coragem! Vai, e faze a tua parte!

Colunistas