Aos domingos nas celebrações nós proclamamos que cremos em Jesus Cristo e no que ele nos ensinou. Crer não é só aceitar como verdade, mas assumir na prática o que proclamamos.

Sempre que fazemos o sinal da cruz nós dizemos: “Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”. Pai, Filho e Espírito Santo não são três deuses, mas um só Deus em três pessoas iguais e distintas.

Este é um mistério que nossa inteligência não consegue entender. Nós só sabemos que é assim porque Jesus nos revelou.

Pela revelação sabemos que Deus é diferente de nós. Ele é um só em três pessoas. Ele é espiritual, eterno e todo poderoso. Ele é todo amor e ama as pessoas com amor imenso.

O Espírito Santo é a 3ª pessoa da Trindade, igual ao Pai e ao Filho. Nós o representamos em forma de pomba e de línguas, mas ele é espírito.
Deus o encarregou a marcar contínua presença na Igreja para iluminá-la, fortificá-la, dar-lhe vida e fazê-la agir através dos carismas que ele distribui para cumprir uma missão para o bem comum.

O Espírito Santo repete e faz entender o que Jesus disse – Jo 14, 17.
Foi por obra do Espírito Santo que Jesus se encarnou no seio da Virgem Maria. É ele quem nos revela Jesus – Lc 4, 18.

Quando Jesus foi batizado, o Espírito Santo pairou sobre ele em forma de pomba (Mt 3, 16). Depois apareceu o Pai em forma de nuvem.

No dia de Pentecostes ele apareceu em forma de línguas de fogo, pousou sobre os Apóstolos e os encheu de força, luz, sabedoria e coragem para continuar a missão de Jesus. Naquele dia uns 3.000 homens se converteram, creram em Jesus e se fizeram batizar. Depois os Apóstolos os organizaram em comunidades: e assim teve início a Igreja cristã.
O Espírito Santo é a alma da Igreja. Ele a sustenta, vivifica, a ilumina hoje e sempre, até o fim dos tempos.

O Espírito Santo distribui dons e carismas para as pessoas cumprirem uma missão para o bem da Igreja.

O Papa João Paulo II disse que o Movimento Carismático Católico é um dos melhores frutos produzidos pelo Concílio Vaticano II, pois os carismáticos ouvem o Espírito Santo e se deixar iluminar e dirigir por ele.

O Movimento do Cursilho também foi fundado pelo Espírito Santo. Por isso os cursilhistas não se cansam de invocá-lo para que os ilumine e fortaleça na sua missão de evangelizar.

Colunistas