Aos domingos nas celebrações nós proclamamos que cremos em Jesus Cristo e no que ele ensinou. Crer não é só aceitar como verdade, mas assumir na prática o que proclamamos.

Durante 40 dias após sua ressurreição, Jesus aparecia e desaparecia, e preparava os seus discípulos para a sua saída visível deste mundo.
Jesus não abandonou o homem neste mundo, mas só deixou de ser visível a nossos olhos materiais. Muitas e muitas vezes ele disse: “Eu estarei convosco todos os dias até o fim do mundo”. Ele disse também: “Onde se reunirem dois ou três em meu nome, eu estarei ali no meio deles”. Assim, ele continua vivo conosco e no meio de nós.

Mandou seus discípulos a darem continuidade à missão que ele iniciou na terra de implantar o Reino de Deus com uma vida nova.
‘Subiu ao céu’ significa que ele voltou a ocupar o seu lugar de 2ª pessoa da Santíssima Trindade, onde estava desde toda a eternidade. Jesus está sentado à direita de Deus Pai – Estar sentado à direita de Deus significa que ele está na Santíssima Trindade. Ele está lá, não só como Deus, mas também como homem. Desde sua ascensão ao céu, a nossa humanidade faz parte da Santíssima Trindade.

Jesus ressuscitou como primícias. Depois dele nós seus discípulos ressuscitaremos para estar sempre com ele – Ef 1, 20-21.
De onde há de vir para julgar os vivos e os mortos.

Isto significa que o Pai lhe entregou todo o poder de julgar.

Na verdade, o julgamento consistirá em confirmar o que cada um escolhe agora para si. Quem escolhe seguir Jesus nesta vida viverá com ele para sempre. Quem escolhe ficar afastado de Jesus e levar vida contrária a seus ensinamentos, Jesus confirma a sua escolha (Jo 3, 18 e 12, 48; 1Cor 3, 12-15.20; Mt 12, 32; Hb 6, 4-6 e 10, 26-31).

Mateus em 25, 31-46 diz que o julgamento será sobre como nós tratamos o próximo necessitado e sofredor.
Na eternidade cada um terá o que escolheu na terra com sua vida. Com o julgamento, suas escolhas serão confirmadas para sempre.
Na eternidade cada um terá o que escolheu para si enquanto estava neste mundo. Deus respeita a nossa liberdade e as nossas escolhas.
Cursilhista! Ajuda teus irmãos a fazerem suas escolhas corretas, e leva alguém a fazer o Cursilho. Amém.

Colunistas