Essencial esta indicação. Não é possível colocar nenhum líquido em uma vasilha que já está cheia. Para colocar nela um outro líquido é preciso antes esvaziar o conteúdo que está na vasilha. Só depois é possível encher novamente. Imagine que sua vida é esta vasilha. Está cheia e Deus quer oferecer um líquido muito mais precioso: a água viva da sua graça que nos renova. O que fazer? Sem dúvida alguma, é preciso esvaziar a vasilha para dar espaço à graça da salvação. “Aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorra para a vida eterna” (João 4,14). A mulher samaritana entendeu a importância da água divina e pediu a Jesus: “Dá-me desta água”. Que tal fazermos nós a mesma coisa?

Leia nossos Colunistas