Todos nós já vimos ambas as atitudes: gente que derruba os outros e gente que ajuda a levantar. 

Se alguém considera as outras pessoas (cada próximo que encontra) um concorrente, adversário ou inimigo e não tem dentro de si a luz do Evangelho de Cristo que nos faz ver os outros iguais a nós, pois todos somos filhos e filhas de Deus, será certamente movido pela indiferença ou desprezo pelo outro; e não titubeará em derrubar o outro se este o atrapalhar em seus projetos pessoais. Ao contrário, quem se deixa iluminar pela luz do Evangelho, ao ver um irmão em necessidade, logo se lembrará do mandamento de Jesus: “Todas às vezes que fizestes isso a um destes menores, que são meus irmãos, foi a mim que o fizestes!” (Mt 25,40), e certamente o ajudará.

Para sermos verdadeiros discípulos de Jesus precisamos colocar em prática esta recomendação: “Seja diferente; não derrube o próximo; antes, estenda suas mãos e o ajude a se levantar”. 

Leia nossos Colunistas