Diante de uma pessoa precisando de ajuda podemos nós tomar três atitudes: ser indiferentes, prejudicar o outro, ou então ajudar a levantar. Certamente a última possibilidade – ajudar o outro a levantar – é a mais digna de consideração e é manifestação de verdadeiro amor ao próximo.

Se quisermos ser verdadeiros discípulos de Jesus o modelo que temos a seguir é o do bom samaritano: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele (Lc 10, 33-34). Parece muito simples, não é? Na verdade é um programa de vida que é preciso continuamente exercitar. Seja diferente: não derrube, ajude a levantar.

Leia nossos Colunistas